domingo, 20 de dezembro de 2009


Você  lembra quando você era uma criança e acreditava em contos de fadas?
Aquela fantasia de como a sua vida seria...
Vestido branco,príncipe encantado,que a levaria para um castelo em uma colina.
Papai Noel,a fada do dente,príncipe encantado...eles estavam tão próximos,você poderia senti-los.
Mas  você cresce e um dia você abre seus olhos e o conto de fadas desaparece.
Mas o negócio é,é difícil de abandonar aquele conto de fadas inteiramente.
Porque quase todo mundo tem uma pequena esperança...uma fé...que um dia abrirão os seus olhos...e tudo se tornará verdade.
Fé...esse é sempre o meu problema.
Estranho né?Alguém dizer que "FÉ" é um problema.
Sabe quando você sempre acredita que no fim vai dar certo,que as coisas vão acontecer sim,que você vai conseguir aquilo que tanto almeja?
Pois é.Eu sou sempre assim,e isso acaba comigo.
Sempre esperei,sempre fiquei aqui acomodada achando que algo iria acontecer se eu deixasse...se o tempo se encarregasse disso.
Se eu me esforcei?O meu máximo,eu não sou muito boa nisso não,mais dessa vez eu assumo.Fiz tudo que pude e o que não pude mesmo.
E mesmo com tudo desabado,no chão.Essa fé idiota de "sei la o quê" ainda se recusa a me deixar.
Ah,vai ser burra assim lá com o Chaves!!!!
Mas nas minhas resoluções pra o próximo ano está isso: "Não ter tanta fé" e eu prometo,juro(de pé junto)que vou cumprir.
Porque eu quero,porque eu preciso.
Porque eu não quero mais,porque eu não preciso mais.
De você,de que você é agora.
Porque eu amei o que já se foi.O passado.
E ele agora esta morto e o que se foi não volta mais.

Vá embora e me deixe ir.
Me faz um favor?Não olha pra traz.

10 comentários:

Daniel Savio disse...

O cabecinha, não ele que tem de te deixar para trás, é você que tem de deixa-lo para trás...

E você pode de acreditar no contos de fadas, desde que lute para ele ser realizado...

Fique com Deus, menina Luciana Costa.
Um abraço.

Luciana disse...

Aí Daniel rsrs
Cabecinha é?rs
Ow,vc n sabe o contexto todo da história,o pq de eu estar falando p "ele" me deixar pra traz...até pq esse "ele" pode ser "ela" a fé.Entendeu?"CABECINHA"
kkkkkkkkkkkkkkkk

Ricardo Chicuta. disse...

Justamente o que não tenho,fé.Prefiro desacreditar e me surpreender quando coisas boas acontecem.

Luciana Klopper disse...

Seus posts mexem fundo comigo.

Tyna disse...

Lú menina........ sei exatamente tudinho que quer dizer ... Já me senti, inumeras vezes exatamente igual, até entender a diferena
entre fé e ilusão...

A fé nos move, a ilusão nos prende!


Beijos menina linda!

Tyna disse...

oi, menina linda!
Obrigada pelas palavras deixadas lá, em meu cantinho!
A gente divide o mesmo pensamento, engraçado que, no meu caso, na hora de sentir, o pensamento sai de cena... que droga, né?


Beijoooooo bem grande....

Anônimo disse...

Sei exatamente o que vc está passando... as vezes a própria FÉ é o que destrói... Quando chega um amor assim e do nada a gente percebe ele indo embora, nos agarramos a tudo e é ai que dor aumenta... Um dia ele chegou fez morada e parecia que ia ser pra sempre mas, de repente ele se foi.E o que ficou a Fé e a Esperança... e quem sabe um coração partido em mil pedaços que ele definitivamente não juntaria... Se cuida...

Alma inquieta disse...

Olá Luciana!

Que neste Natal, nem que seja por um momento, as pessoas acreditem que vale a pena transformar cada lágrima num sorriso, a amargura em alegria e cada coração numa casa aberta para receber a todos, especialmente os mais frágeis.
Então sim, vale a pena viver um Ano Novo!

Feliz Natal junto dos que mais amas, com muita Saúde, e uma vida cheia de pequenos momentos…!

Um beijo!

ALMA INQUIETA

Roberto Ney disse...

Este mês o Ó Com Copo comemora 1 ano e é muito bom ter seu Blog fazendo parte desse nosso vórtice de palavras...

"Todo indivíduo possui um potencial criador incomensurável. Um vórtice de idéias e ideais que se misturam ao acaso. Letras, palavras, sons e silêncio. Escrever é compartilhar sentimentos. Então, façamos desse vórtice um devorador de emoções. Escrevam e compartilhem."

Boas Festas!
E que 2010 seja um ano de muitas inspirações!

Roberto Ney ( Blog Ó Com Copo).

Vagner Lopez disse...

Eita Lú!!! Tá feia a coisa, hein?!
Ter fé é um problema e não tê-la são dois. Acho que cê deve buscar um equilíbrio e direcionar sua Fé pra aquilo que seja mais correto e coerente aos seus olhos ou ao seu espiríto. Nem todos merecem nossa Fé.
aproveito pra te desejar um blíssimo natal repleto de amor, paz, carinho, renovação e entendimento da Fé.

Beijos carinhosos.
Boníssimas festas. =DD