terça-feira, 23 de novembro de 2010

E as coisas velhas ficaram para tras?




Tudo que sinto é cheiro de mofo...
Roupas guardadas em caixas.
Cartas endereçadas a você sem nunca terem sido entregues.
Fotos com largos sorrisos.
E por fim,um coração que ainda bate agoniado com lembranças de um passado distante.
Durmo e acordo de um sonho que não compartilhei com você,mas você estava lá.E sorria pra mim,e no seu peito eu me sentia feliz.
Muita poeira e uma agonia que não passa nunca...

9 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Vai passar amiga...

beijooo.

Luciana Matos disse...

E que tal abrir as janelas, deixar o sol entrar e dar fim ao mofo?!
E que tal observar as pessoas passando lá do lado de fora?! Pode ser que haja um moço de alma linda desejoso de conhecer alguém assim como você, que está guardada neste lugarzinho triste sem dar chance a uma infinidade de possibilidades de ser feliz!

Beijo, beijo, beijo!

Flávio Otávio Ferreira disse...

obrigado pela visita lá no meu espaço!
Seja sempre bem-vinda!!!

Isa disse...

Mas vai passar, e você irá se descobrir livre.

Luciana Klopper disse...

Saudade dói, mas pelo menos sabemos q vivemos algo q foi divino!

Marcelo R. Rezende disse...

Mas uma hora passa.
É que a gente sempre precisa de um momento de luto. Pra cada um é um tempo, uma semana, um ano.

Beijo.
Seguindo você.

Silvia disse...

Nossa Lú... a gente parece a mesma pessoa...
Já perdi as contas das vezes que me enganei, quando achava ter esquecido...

Beijos

Anônimo disse...

My dad has been writing a book precisely on point with this blog, I have emailed him the web address so perhaps he could pick up a couple pointers. Fantastic Job.

thanxxx
single mother grants

Daniel Savio disse...

Mas então está na hora de abrir as portas para arejar este mundo de sonhos...

Fique com Deus, menina Luciana Costa.
Um abraço.