sábado, 29 de agosto de 2009

O nosso amor a gente inventa


Ela era tímida(apesar de ninguém acreditar nisso)e tinha dificuldades de dizer a que veio pra algumas pessoas(so pra quem ela amava demais e tinha medo de magoar,de perder)
Ela não gostava disso!De em alguns momento se sentir uma mulher adulta que sabia o que queria e em outros se sentir uma adolescente insegura,com medo de rejeição.
No fundo eu acho que era isso.Eu acho que ela tinha era medo de ser rejeitada!
Mais quem não tem?
A gente passa a vida toda tentando se encaixar em grupos,tentado ser aceito pela sociedade,querendo agradar.Pra que alguém nos ame,nos queira do lado.E quando não somos aceitos isso dói.
Como fazer pra que uma pessoa queira a sua companhia?
Não há fórmulas prontas(não que eu saiba),mais ela até que se virava direitinho.

Um dia,na verdade era uma noite.Pra ser mais específica era 02/11,quarta feira(sim, era dia de finados)aniversário de uma amiga,ela e mais tantos outros resolveram sair e "bebemorar" num barzinho próximo de casa que tinha música ao vivo
E nesse dia(noite)ela O viu.
E ela sabia que era ele.
Estranho?Ela também achou estranho.
E ela o queria,como a muito não queria ninguém.

Se conheceram(tinhasm amigos em comum)e ela pediu pra que uma amiga o chamasse pra festa que teria no sábado seguinte.
Ela não acreditava que ele iria.Na verdade,ela queria muito que ele fosse,mais não tinha muita fé nisso.
Mais ele foi.
Quando ela chegou, ela já estava la.
Ela?sorriso largo no rosto

Ele?Era um cara simpático(até demais,ela diria aos risos),que por ser assim(tão simpático)tinha muitas amigas.
Isso no começo a fez mal,ela se sentia mais retraída ainda.Mais ela era esperta e procurava sempre uma saída.
Nesse caso mentir pro ciúmes que ele não a atingia resolvia as vezes.So as vezes,porque ele(o ciúme)era também muito esperto e não era sempre que se deixava enganar.E quando não...Ah,ela ficava muuuuuuito insegura!E o medo,(esse menino que a fazia bem,nessa hora a fazia mal)e a levava até a chorar(não que chorar fosse difícil pra ela.Me disseram umas vez que ela chorou assistindo He-Man kkkk,pode uma coisa dessas?)

Ela o amava!Ta certo que as vezes tinha dúvidas disso.Mais na maior parte do tempo era isso que ela sentia.AMOR
E por amar tanto,por tanto querer...sofria.
Tinha medo de sofrer ainda mais caso um dia ele não a quisesse,caso um dia ela descobrisse que esse amor que ela vivia era como aquela música do Cazuza: "O nosso amor é uma mentira,que a minha vaidade quer..."
E nessas horas,a mulher que viva nela ia embora,dando lugar a uma menina tímida e medrosa.Que so queria ser amada,que so queria ser querida.

8 comentários:

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto, muito bom.
Tenha uma feliz semana.
Maurizio

Marcinha disse...

Oi querida

Passei prá dar um oi e desejar uma ótima semana !!!
Acho que todo mundo já sentiu meio assim né ?
Meio menina , meio mulher , com medos e inseguranças ... a gente vive lutando contra isso ...
beijos e se cuida

EXAGERADO disse...

Oi,linda

Gostei muito!Como sempre!

Obrigado pela visita!

Beijos

Raysla Camelo disse...

"A gente passa a vida toda tentando se encaixar em grupos,tentado ser aceito pela sociedade,querendo agradar.Pra que alguém nos ame,nos queira do lado.E quando não somos aceitos isso dói."
Talvez se mudasse essa parte da história, essa partezinha só, todo o resto dela (da história) mudaria também. Porque, penso eu, a gente tem que passar a vida toda sendo quem realmente somos, fazendo o que realmente gostamos porque isso NOS faz feliz. Encaixar num grupo? Pra quê? Eu sempre me encaixei no grupo dos sem grupo. É um delícia isso! Quando isso acontece as pessoas se aproximam de nós porque gostam, porque querem e tudo sai natural. O medo passa a ser desnecessário.

Adorei o texto.
Parabéns.

=)

Vagner lopes disse...

Surpreendente!!!! Adorei!
passando pra deixar um beijão pra vc.
Beijãaao. Cuide-se bem.

Dri Viaro disse...

Bom dia como vai sua tia?
Tô na correria de sempre, mas mesmo assim vim te
desejar uma semana abençoada
bjomeliga

Vagner lopes disse...

oi Luci. Como vai?
Estou um pouco sumido, mas não esqueci de vc. Estou acessando agora de lanhouse. minha internet lenta está me impossibilitando d evisitar alguns amigos, então... Aqui estou eu. =D

Tenha uma ótima e abençoada semana.
Um beijo.

Daniel Savio disse...

Sempre acabamos nos encantando por algo que nos tira dos trilhos, mas um dia este encanto vai fazer tanto sentido e com alguém tão mágico que vai valer cada "play test" de antes...

Fique com Deus, menina Luciana.
Um abraço.