quinta-feira, 19 de novembro de 2009

E viva o vazio



E se eu não sentir nada?Tudo bem?

O que você vai achar de mim?


Tá,você também não é muito normal assim,que eu sei


Mas o que você vai pensar?
Nada de mal né?
Eu sou feia mas sou do bem!
E se eu souber que já acabou?Tá,e se eu achar?
Não tenho certeza não.
Nada 100%
Meu coração nunca vai ter certeza de nada.Disso eu tenho certeza!
Ele é meio louco.
Quer muito.Ama desesperadamente,sente ciúmes e isso até dói.Mas depois...nem lembra mais.Ou lembra,mais so com carinho.Como se o objeto do seu amor fosse aquele passarinho bonitinho que voa pela janela.
Nada mais,nada menos.
Já não doi como doia,o machucado ta cicatrizando e eu ando vazia.
Isso é bom?
Eu quis tanto que essa hora chegasse,achei até que merecia uma comemoração.
Mas comemorar a que?
o vazio?Ao nem amor nem ódio?ao nada?
Mas você quer saber a verdade?
Prefiro "o nada" a aquela dor angustiante que flagelava meu pobre coração.

Prefiro te ver e conseguir ver teus defeitos.A propósito,e como você tem defeitos hein?!
Eu tinha uma amor totalmente clichê por você: Cego,surdo so não mudo,pra mim seria demais.Mas pra não ficar pra trás eu colocaria: Cego,surdo e burro.Essa era o meu amor.
E o orgulho que eu sentia?não existe mais.
Orgulho de que?Não,você não me deixou nenhuma reserva pra alguma emergência.Usei todas.
Você me fez esvaziar todos os bolsos e não deixou sobrar nada de bom que eu acreditava existir.
E como você é bobo,é feio,mais baixo,muito magro,inseguro.
E eu te quis tanto,mais do que deveria.
Ainda bem que eu quis,no preterito imperfeito.

























13 comentários:

Daniel Savio disse...

Belo texto, mas dias melhores para o teu coração...

Fique com Deus, menina Luciana Costa.
Um abraço.

Atroar disse...

você escreve com o coração, gosto disso... sem falar nas fotos que upa junto, são bem cruas, animal.

beeijo moça,
se cuida :*

Rosângela Cunha disse...

Gostei MUITO!
"Alguém" tá precisando receber
um texto desse na "cara"...
Pra deixa de ser burro, rs!

Marcelo disse...

que bom que tu gostou...
o negócio é tentar se afastar do clichê, ou identifica-lo e a calenta-lo....


é preciso confiar, com desconfiança.


um beijao

:: Nanda :: disse...

adoreeeeeiiii..
é assim mesmo, a gente quer tanto e depois vê que não é nada daquilo.

eu tb prefiro o "nada" a ficar com alguém que não me acrescenta nada.

beijos menina
bom feriado e fim de semana

Juliano disse...

Eu também aprendi a valorizar essa dor que sentimos, aprendi também, a preferir o nada. Pois eu sei que com o nada e me dou melhor do que com metades, ou eu te tenho por inteira, e você me tem. Ou nós não nos temos.

Beijooooos Lu.!

Valéria Russo disse...

Lù...
ainda bem que não dormimos eternamente...nem pesadelos são eternos..
acordar para um novo dia e saber que o sol brilhará é um grande balsamo para o coração.
renasça!!!!
dias melhores virão, virão sim.
bjuivos em seu coração.
loba.

Vagner Lopez disse...

O texto é lindo e a emoção que vo colocou nele, nems e fala.
Espero que passe logo.

sobre seu comentário... Caso, mas só se for agora! kkk!

beijo.

Ppzinho

Deise Duarte disse...

quantas palavras caberiam num texto meu. Mas eu tenho dificuldade em colocar o tempo em perfeita concordancia...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Acabei de chegar de viagem e Jota Cê ainda está voando, chega só à noite. Estou com tanta saudade de vocês, acreditam? Esse carinho pelas palavras faz uma falta, mas sei que vocês sabem que essa ausência foi por uma boa causa. Amanhã é nossa blogagem coletiva e vou esclarecer o método para alguns que não entenderam:

1- Todos os participantes vão ter que postar o seu conto/texto no seu blog com o selo da postagem.
2- Só vai participar do sorteio do orkut e das bíblias quem participou da blogagem
3- O sorteio do orkut vai ser pelo randon e vou dar um jeito pra ser filmado no dia 25/11
4- A votação da blogagem começa no dia 25/11 e todos os participantes irão concorrer.

Agora vou ver se durmo um pouco... tô numa saudade que nem sei... a distância maltrata, mas o amor acarinha com aquele dengo danado de bom.

Beijos jogados no ar, sempre!

Rebeca


-

Bia Ferreira disse...

ah meu bem, pior é ver os defeitos (e são muitos) e ser louca por eles (principalmente por eles) também...

J.R disse...

bahhh!!


Mulheres!

gostam de sofrer... Amar o errado.

Tal do amor bandido que não entendo.

Ser em construção disse...

Deixe que nada sintam
Deixe que tudo falem
Deixe que nada queiram
e permita apenas o que desejas.
Lindo.
Palavras suaves, porém impactantes.
beijos