sábado, 19 de junho de 2010

De conchinha




Ele se deitou ao meu lado,cheirou o meu pescoço e de conchinha ficamos um bom tempo...
O corpo dele sempre se encaixou ao meu como num quebra cabeças.
Ele sempre foi a peça que faltava,o encaixe perfeito.

" Pensar que ainda quero,que ainda sonho,lembro...isso não me faz bem.
Pensar que quero,mais não sou querida com a mesma intensidade...
Pensar que os meus sonhos não estão atrelados aos dele...
Lembrar que não devo ser lembrada da hora que se levanta a  hora que se deita(assim como eu)...Isso não me faz bem!
É claro, não adimito nem pra mim mesma que isso é acontece.Que ainda sei o querer.
Finjo,me engano,minto pra mim mesma...quem sabe se mentindo tanto,uma hora não acredito que  é verdade?"

Ela me confessou que constatou isso ontem a noite, e mesmo assim ficou confusa.
Se eu entendo?
Acho que não é pra entender.
Disse a ela pra esperar,que o tempo se encarregaria de resolver.Que onde estava cicratizando e que  há pouco havia uma ferida aberta, aos poucos sumiria e no final só ficaria uma cicatriz.Talvez grande,talvez feia,mais quando ela olhasse não doeria mais.
Assim eu creio.


7 comentários:

Luciana Klopper disse...

Humm, deve ser ruim sim....mas o tempo cicatriza!

Nanda Assis disse...

que delicia ficar assim, mas so com quem a gente ama.

bjosss...

Silvia C. Barbosa disse...

É ruim demais, mas Lú, com o tempo essa cicatriz vai fazer com que você não passe mais por situações assim. Quando o que te completar for somente você mesmo.

Beijos

Valéria Russo disse...

lú...
realmente as dorem sangram a alma, mas o tempo acalenta....
um dia passa,, mas as vezes dói pra sempre...quando nos lembramos.
tenha um fds cheio de amor e paz..
olha tem selinho pra ti lá na alcatéia, memes e selinhos na inicial...
fique a vontade se quiser declinar..
bjuivos no coração.

Alexandre Fernandes disse...

Com o tempo nosso coração aquieta. O importante é perseverar nesse quilíbrio. Não se desesperar pelo acontecido, o que sofremos. De cada vivência precisamos tirar lições. Lições que nos fortalecem.

Porque o importante não é viver o passado, mas sim dar importância ao fato de ter vivido. Dor ou alegria, cada momento te dá algo. Que mais pra frente te proporciona ótimas defesas.

Beijos Lu.
Te adorooooo
=)

Will disse...

Cicatriza e depois só com muito esforço para lembrar da ferida. Vc vai ver!

Inside Me disse...

coisas boas ficam gavadas pra sempre, coisas q nos fizeram bem então, temos q arrujar um jeito de seguir, substituir akele dengo por outro semelhante, ser feliz é nossa única obrigação.