terça-feira, 7 de outubro de 2008

Amargando


Sabe,uma coisa tem me angustiado.A cada dia que passa fica mais difícil acreditar nas pessoas,acreditar que ainda existem pessoas de bem.E isso me aflige muito.


A coisa anda tão feia, a fé no ser humano ta tão fraca que acabamos nos contaminando também.


Atire a primeira pedra quem nunca passou por uma pessoa pedindo esmola e não deu.Eu já e a pergunta que me fiz foi "Será que ela não poderia trabalhar?Ah,sei la fazer uma faxina,passar roupa,vendar picolé.Qualquer coisa" . E novamente me pergunto "será que a vida tem me feito amarga?"


Pra mim a cada dia tem sido mais difícil acreditar nas pessoas.


Me dói pensar que sempre tem uma segunda intenção depois de um ato de bondade.Me dói ver que quase nunca existem esses tais atos de amor tão procurados e esperados.


Você já precisou de conversar com alguém e esse alguém não quis te ouvir?So desabafar,no máximo um um conselho.Nada mais.

Você já quis ir muito a uma festa e quando la chegou se sentiu um peixe fora d'água?

Você já sentiu sem graça feito um chuchu?Mais esse "sem graça" não é de constrangimento não. É de insosso,sem sal.Mesmo sabendo que tempero você tem no ponto,ou as vezes até demais(Ora muito doce,ora muito salgada.Mais sempre ao extremo)

Já se sentiu feliz,amada,querida por uma pessoa e depois,(logo depois)viu que era apenas interesse?E quando falo de interesses não falo de dinheiro ou status não.Falo daquele tipo de gente sangue-suga que te rouba o brilho,o sorriso,a prazer,a felicidade.

Já confiou cegamente na lealdade do próximo e no final preferia estar cego a ter visto a traição?

Já se sentiu preterido por aquele que era o seu preferido?

Ah,como eu queria que isso so existisse em novela,e de preferência aquelas Mexicanas pra não correr nem o risco de ver.Como que queria não ter mais medo de acreditar,de confiar.

Como eu queria aceitar que talvez o próximo so seja diferente,so pense diferente e que isso é normal e eu posso engolir.

Quero acreditar,quero descobrir um sorriso ridículo no canto da minha boca e pensar: "Pronto encaixou.Feito pecinhas de Lego: Diferentes mais vindas do mesmo mundo"E aí,você me ajuda a ter fé?Mais sem nunca passar por cima dos meus princípios,por cima de mim,sem deixar pra traz o que acredito.

E aí,você me ajuda?

3 comentários:

Cadinho RoCo disse...

A ajuda que você pede está antes em você mesma. Busque no seu âmago seu verdadeiro espírito de fé. É de lá que vem a força capaz de dar aos seus sentidos percepção mais aguçada do que de fato acontece. Existem pessoas más perversas sim, mas é muito, mas muito importante acreditar que o bem sempre vence o mal e isso não se faz muito aparente porque o bem não tem a necessidade que o mal tem, de fazer estardalhaço.
Cadinho RoCo

Luciana disse...

Obrigada pelo comentário,eu penso assim tbm.So estou um pouco cansada...

Saulo Oliveira disse...

Eu me pergunto a mesma coisa. E como você mesmo disse, " A coisa anda tão feia ". Mas eu tento no máximo não ficar ' amargo ' .

Não é fácil, em 99,0% das vezes você se sente um idiota, mas eu acho que vale a pena no final das contas, sabe ?!

^^


PS: Te adicionei lá no meu blog, ok ?! a lista de blogs